Casal de Cambra: Caleidoscópio · 2010

Da guerra peninsular: retratos e representações

Resumo

O ensaio do historiador britânico Charles Esdaile dá início a este conjunto de textos de natureza multidisciplinar, que se quis instrumento da construção de novas reflexões sobre as Invasões Francesas ao acolher o diálogo harmonioso entre visões dinâmicas sobre dados basilares das Guerras Napoleónicas, a história da Europa, e a novidade e idiossincrasia das representações das campanhas, nomeadamente em Portugal. Partindo de uma vertente entusiasmante e inexplorada, Charles Esdaile realça a presença ativa das mulheres na contenda e o seu papel real, vertido nas canções que as teriam acompanhado durante o conflito. Depois - e no âmbito dos estudos Anglo-Portugueses - à abordagem concertada das fontes históricas, da especificidade das gravuras e peças teatrais que então circularam em território nacional alusivas às derrotas e vitórias, e à análise dos relatos mais íntimos e pessoais dos que vivenciaram aquele tumultuoso contexto político-militar, junta-se o resultado da investigação acerca de escritoras inglesas de oitocentos que o (re)efabularam. O diálogo entre as várias perspetivas inclui a discussão do modo como a adaptação de romances das Guerras Napoleónicas ao ecrã e a divulgação de diversas narrativas fílmicas produzidas ao longo dos séculos XX e XXI contribuíram para a metamorfose da Guerra Peninsular num espetáculo próximo e popular, conhecido a nível global. Fonte: Livro

ISBN/ISSN

978-989-658-094-0

Autor(es)
coordenação de Maria de Deus Duarte 

Localização
BM SMA | 355.48DAG (SMA) - 20120661